Director: Lazaro Manhiça

O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, anunciou na noite de ontem a prorrogação, por mais 30 dias, do período do estado de emergência no país, num esforço visando conter a prorrogação de novos casos da Covid-19, que já fez dois óbitos no país, para além de ter infectado 233 pessoas.

“É difícil o que tenho de dizer. Mas neste contexto, atentos à situação real do país e devidamente aconselhado,decidi prorrogar, pela segunda vez, o estado de emergência por mais 30 dias, até 29 de Junho próximo”, disse Filipe Nyusi, na sua comunicação à nação.

O Chefe do Estado justificou a medida com o aumento do número de infecções pelo novo coronavírus e o seu alastramento a todas as províncias do país, indiciando que o país está em risco iminente de passar para a transmissão comunitária.

Filipe Nyusi disse que o documento sobre a prorrogação do estado de emergência foi submetido ainda ontem à Assembleia da República,que hoje deverá apreciá-lo e validá-lo.

Durante os próximos 30 dias será reforçado o controlo ao longo das fronteiras do país;mantida a obrigatoriedade de quarentena de 14 dias para todos os cidadãos que regressam do estrangeiro ou que tenham mantido contacto com pessoas infectadas; cancelamento de emissão de vistos de entrada no país e anulação dos já emitidos. Estáaindaproibida a realização de eventos públicos e privados de carácter diverso, excepto os considerados essenciais no interesse do Estado,que, ainda assim, deverão obedecer rigorosamente às normas estabelecidas pela Saúde para reduzir o risco de infecção.

De igual modo, deverão continuar a ser tomadas medidas preventivas da propagação da Covid-19 nos locais de trabalho, especificamente a rotatividade e alternância,ou a obrigatoriedade do uso de máscaras, lavagem de mãos com água e sabão nos locais de trabalho ou meios de transporte público e privados.

O estado de emergência vai igualmente implicar a limitação da circulação interna de pessoas, face ao ao aumento exponencial do número de casos confirmados de infecção com a doença; internamento obrigatório para cidadãos detectados com a doença; encerramento de estabelecimentos comerciais de diversão ou equiparados;e introdução da rotatividade da mão-de-obra nos locais de trabalho, com o necessário controlo da efectividade.

De acordo como anúncio do Chefe do Estado, a fiscalização do cumprimento das medidas será feita pelas autoridades policiais e a Inspecção Nacional das Actividades Económicas.

Na sua comunicação ànação, o Presidente da República voltou a apelar às pessoas para ficarem em casa.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction