Imprimir
Categoria: Destaque
Visualizações: 338

O DIRECTOR-Geral das Alfândegas, Taurai Tsama, considera que apesar de o país estar numa fase complicada, devido à Covid-19, existe ainda espaço fiscal para a colecta de mais receitas. Para o presente ano, a Autoridade Tributária de Moçambique (AT) tem como meta a cobrança de uma receita de 261,90 mil milhões de meticais para os cofres do Estado, dos quais se prevê que 66,8 mil milhões resultem da contribuição das Alfândegas. Leia mais