Director: Lázaro Manhiça

A SECRETÁRIA de Estado da província de Sofala, Stella Novo Zeca, considera positiva a qualidade de processamento do pescado no Porto de Pesca da Beira (PPB), classificando-o como uma infra-estrutura que obedece padrões internacionais. O posicionamento da governante foi expresso durante uma visita que efectuou às instalações que, segundo ela, representam uma mais-valia no desenvolvimento deste sector que manuseia produtos do mar para os mercados de África, Europa, Ásia e América.

“O Porto de Pescas da Beira já galvaniza a vida dos armadores industriais e artesanais e as comunidades baseadas nesta cidade”, disse. (Horácio João) LEIA MAIS

Comments

Arrancou hoje, o processo de flutuação do cargueiro com bandeira portuguesa encalhado no canal de acesso ao Porto da Beira, desde o passado dia 29 de Maio, devido a uma avaria.

A operação poderá durar aproximadamente cinco dias com envolvimento de lanchas e rebocadores da empresa pública Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), que também suporta toda a logística.

O director de Comunicação e Imagem da instituição, Adélio Dias, que revelou a informação à Reportagem da nossa delegação da Beira, sublinhou que a referida embarcação de grande calado, tem 220 metros de comprimento e 11,5 metros de calado.

A fonte esclareceu ainda que, pelas 16.55 horas, do dia 26 de Maio passado, durante a saída do Porto da Beira, após ter descarregado mercadoria, tal navio baptizado com nome MINNA, teve problemas de “governo do leme” na curva da Macuti.

Dias apontou que a avaria causou o afastamento da embarcação em causa da rota e encalhou há 145 metros do canal de acesso ao Porto da Beira.

Devido a pouca profundidade do local, associado às marés baixas, soubemos que o processo de reflutuação do navio com assistência de rebocadores portuários dos CFM, só iniciou hoje, depois da maré ter subido.

Com destino ao Porto de Nacala, o navio MINNA ainda transportava mais de 4500 contentores de carga diversa, sendo que pelo facto de se encontrar há 145 metros do Canal de acesso ao Porto da Beira, CFM garante que não constitui nenhum obstáculo para os movimentos de entrada e saída de outras embarcações de carga para o mesmo recinto portuário.

Horácio João

Comments

Arrancou hoje, o processo de flutuação do cargueiro com bandeira portuguesa encalhado no canal de acesso ao Porto da Beira, desde o passado dia 29 de Maio, devido a uma avaria.

A operação poderá durar aproximadamente cinco dias com envolvimento de lanchas e rebocadores da empresa pública Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), que também suporta toda a logística.

O director de Comunicação e Imagem da instituição, Adélio Dias, que revelou a informação à Reportagem da nossa delegação da Beira, sublinhou que a referida embarcação de grande calado, tem 220 metros de comprimento e 11,5 metros de calado.

A fonte esclareceu ainda que, pelas 16.55 horas, do dia 26 de Maio passado, durante a saída do Porto da Beira, após ter descarregado mercadoria, tal navio baptizado com nome MINNA, teve problemas de “governo do leme” na curva da Macuti.

Dias apontou que a avaria causou o afastamento da embarcação em causa da rota e encalhou há 145 metros do canal de acesso ao Porto da Beira.

Devido a pouca profundidade do local, associado às marés baixas, soubemos que o processo de reflutuação do navio com assistência de rebocadores portuários dos CFM, só iniciou hoje, depois da maré ter subido.

Com destino ao Porto de Nacala, o navio MINNA ainda transportava mais de 4500 contentores de carga diversa, sendo que pelo facto de se encontrar há 145 metros do Canal de acesso ao Porto da Beira, CFM garante que não constitui nenhum obstáculo para os movimentos de entrada e saída de outras embarcações de carga para o mesmo recinto portuário.

Horácio João

Comments

O CONSELHO Municipal da Beira, na província de Sofala, conta, a partir de terça-feira, com mais cinco novos autocarros para o transporte público de passageiros.

As viaturas, que se juntam a outras quinze já em circulação, custaram aos cofres da edilidade cerca de trinta e oito milhões de meticais.

O presidente da autarquia da Beira, Daviz Simango, disse que com o reforço da frota será minimizado o problema de transporte que se verifica principalmente nas horas de ponta.

A maior parte do novos autocarros de transporte de passageiros irá circular nas rotas urbanas e outros farão a ligação entre a cidade da Beira e o distrito de Dondo.

Comments

Dois cidadãos de nacionalidade zambiana que testaram positivo para a infecção do coronavírus, na província de Sofala, foram repatriados via província de Tete ao país de origem.

São motoristas que entraram ao país via Machipanda, província de Manica, com destino ao porto central da Beira, onde foram submetidos a testes da pandemia, tendo revelado positivo.
Segundo a directora dos Serviços Provinciais de Assuntos Sociais em Tete, o acto de repatriamento foi feito observando todas as medidas de segurança sanitária.
Entetanto, os motoristas transfronteiriços que cruzam os países da região da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) poderão ter que ser submetidos à testagem de despiste da Covid-19 tanto no país de origem, assim como no de destino.
Esta posição foi defendida sexta-feira pela ministra moçambicana dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verónica Macamo, no decurso da video-conferência do Conselho de Ministros da SADC, que reuniu os titulares do pelouro dos Negócios Estrangeiros para debater o impacto socioeconómico da pandemia e suas implicações para a região, gestão de desastres naturais e a situação financeira da organização.
Falando à imprensa depois do encontro, a chefe da diplomacia moçambicana disse que as discussões abarcaram duas vertentes, designadamente, a económica e social, porque as pessoas precisam de se alimentar, mas também olhando para a questão prevenção e combate ao novo coronavírus.
Foram colocadas várias alternativas sobre a questão dos motoristas de camiões de mercadorias, uma das quais é que eles deveriam levar consigo um atestado que comprova que foram testados e que não são positivos. Mas quando entram noutro país, também devem fazer a testagem”, informou.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction