Director: Júlio Manjate

Arrancou, recentemente, a dragagem de manutenção dos canais de acesso ao Porto de Maputo, com vista a melhorar as condições de navegabilidade, anunciou a empresa concessionária.

"A dragagem irá incidir sobre os canais da Matola, KaTembe, Polana, Xefina e Canal do Norte e serão removidos cerca de 1.5 milhão de metros cúbicos" de lama e areia, refere a Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC), que explora o empreendimento, em comunicado a que a Lusa teve ontem acesso.

Serão também mantidas as cotas dos cais dos terminais de Maputo e Matola.

A operação vai contar com duas dragas, a operarem em simultâneo, pertencentes à empresa belga Jan de Nul Dreging, sendo que “as embarcações já iniciaram a operação”, lê-se.

A empresa prevê que a execução do trabalho leve dez dias.

Tal como na dragagem de aprofundamento de há dois anos, haverá uma coordenação permanente entre a draga e as operações portuárias, para assegurar a transitabilidade.

A MPDC irá usar as mesmas embarcações no projecto de reconstrução de alguns dos cais do porto da capital.

Os trabalhos previstos para o segundo trimestre de 2020 incluem uma dragagem de aprofundamento dos actuais 12 metros, para até um máximo de 16.

 

 

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction