Imprimir
Categoria: Maputo
Visualizações: 1430

Oito pacientes dão entrada, em média diária, no Hospital Central de Maputo, com sintomas de acidente vascular cerebral (AVC).

A informação foi avançada ontem, terça-feira, em Maputo, por Nachan Arroz, médica neurologista em serviço no Hospital Central de Maputo,  no âmbito do Dia Mundial do AVC, que hoje se assinala.

Com efeito, Nachan Arroz disse que tende a crescer o número de casos de AVC e a doença tem-se registado mais em jovens, o que não era comum até então.

Segundo a neurologista, anualmente o Hospital Central de Maputo regista uma média de quatrocentos doentes com AVC.

A fonte apela aos cidadãos a terem mais cuidados com a sua alimentação e evitar vícios que possam causar o AVC, a principal causa de morte e de incapacidade em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, que mata, anualmente, mais de 3 milhões de mulheres a nível mundial. (RM)