Director: Júlio Manjate

A Federação Moçambicana das Câmaras de Comércio de Moçambique (FMCC) promove, na tarde de hoje, na cidade de Maputo, uma recepção denominada networking entre o sector privado.

O evento acima conta com uma intervenção sobre “O Papel das Câmaras de Comércio na Promoção do Conteúdo Nacional”, que será apresentado por Florival Mucave, Presidente do Conselho de Administração (PCA) da Câmara de Petróleo e Gás de Moçambique, aponta um comunicado de imprensa que o Notícias Online teve acesso.

Segundo o documento, no encontro estarão presentes mais de 300 empresários, representantes de todos os países envolvidos, membros da diplomacia económica, representantes da CTA, Câmara de Comércio de Moçambique, PCA’s das instituições que representam o sector privado em Moçambique.

A FMCC é uma federação que engloba mais de 10 Câmaras de Comércio Bilaterais, nomeadamente, Moçambique-Estados Unidos da América, Moçambique-Brasil, Moçambique-Portugal, Moçambique-Suíça, Moçambique-Israel, Moçambique-Árabe, Moçambique-França, Moçambique-África do Sul, a Câmara dos Despachantes Aduaneiros e a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), lê-se na nota.

O órgão congrega mais de 2000 empresas privadas sediadas em Moçambique e, constitui um forte aglutinador da força económica que contribui para o crescimento do PIB.

Comments

A cidade de Maputo acolhe hoje e amanhã um workshop, no âmbito nas celebraçõesdo Dia Africano das Telecomunicações, sob o lema “Usando Tecnologia para Salvar Vidas: Comunicações de Emergência para Redução e Gestão de Riscos de Desastres Naturais”.

O evento é organizado pela União Africana das Telecomunicações (ATU) e a Autoridade Reguladora das Comunicações de Moçambique (ARECOM), tendo como objectivo a partilha de informação e experiências de combate às calamidades naturais e mitigação do seu impacto usando as comunicações de emergência.

No centro das atenções estarão, entre vários tópicos, casos de estudo de Malawi, Moçambique e Zimbabwe, países que, no início deste ano, foram atingidos pelos ciclones tropicais Idai e Kenneth.

Comments

A ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, dirige hoje em Maputo, o IV Conselho Consultivo da Inspecção Geral do Trabalho (IGT).

O evento tem como objectivo desenhar uma estratégia de acção inspectiva na indústria transformadora tendo em conta os mega-projectos na bacia do Rovuma, província de Cabo Delgado.

O Conselho Consultivo do IGT que se reúne hoje e amanhã, vai igualmente analisar os desafios da Auditoria e Contencioso de Segurança Social face às Tecnologias de Informação e Comunicação.

Durante os trabalho serão objectos de análise pela Inspecção-Geral do Trabalho o estudo realizado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), processos de transgressão laboral remetidos ao tribunal e elaborar os termos de referência para a gala de estrelas em Higiene e Segurança no Trabalho, uma iniciativa que pretende premiar as instituições que observam à risca as questões de equipamento de protecção individual e higiene no local do trabalho.

Comments

A Trans African Concessions (TRAC), concessionária da N4, a estrada que liga Gauteng, na África do Sul, e Maputo, em Moçambique, está preocupada com o aumento de acidentes de viação que ocorrem, nos últimos dias, no troço entre Matola e Maputo.

A concessionária manifestou sua preocupação em comunicado de imprensa emitido hoje e que o Notícias Online teve acesso.

De acordo com o documento, alguns dos acidentes resultaram em mortes e danos materiais avultados, semeando luto e desespero nas famílias.

A TRAC menciona que esta secção da N4 foi recentemente reabilitada e ampliada, passando de duas faixas para três em cada sentido, como parte das suas obrigações de melhorar a  infra-estruturas e o fluxo do tráfego no corredor transfronteiriço, de acordo com o contracto de concessão celebrado entre os governos Sul-Africano e Moçambicano - South African National Roads Agency Limited (SANRAL) e Administração Nacional de Estradas (ANE), respectivamente.

A nota indica que o principal objectivo da reabilitação e ampliação do troço foi de melhorar o fluxo do tráfego entre Maputo e Matola, numa  das secções mais movimentadas da rodovia. Contudo, apesar de as obras terem trazido resultados positivos neste aspecto, o excesso de velocidade e o desrespeito em relação as regras elementares de trânsito continuam a resultar em tragédias.

Neste contexto, queixas públicas relacionadas com a ausência de um separador central das faixas leste e oeste tenham sido lançadas à TRAC, esta acredita que a falta desta estrutura não é a causa dos acidentes. As investigações sobre os acidentes indicam que as principais causas são o excesso de velocidade e o desrespeito às regras de trânsito.

Neste sentido, a TRAC insta a Polícia de Trânsito  a intensificar as operações de controlo de velocidade e serão instaladas mais lombas ao longo da N4.

Adicionalmente, a TRAC vai financiar a aquisição de equipamento de controlo de velocidade para a Polícia de Trânsito incluindo a formação sobre o seu manuseamento para assegurar que os infractores sejam exemplarmente autuados.

Por outro lado, a TRAC assegura que o separador central será construído na sequência da recente aprovação da ANE e as obras deverão iniciar na segunda quinzena do próximo mês de Janeiro de 2020.

Comments

Uma mulher de aparentemente 40 anos de idade encontra-se sob custódia policial desde ontem, na 14ª esquadra, localizada no Bairro de Laulane, na cidade de Maputo, indiciada de ter assassinado o marido com recurso a uma faca.

A cidadã teria desferido três golpes no peito do esposo, na passada sexta feira, por volta das 19 horas, na sequência de uma discussão entre ela e o cônjuge, um acto ocorrido na residência do casal, situada no bairro das Mahotas.

A visada referiu que o finado chegou embriagado na casa dos mesmos, facto que provocou um desentendimento que gerou uma briga culminando na morte do esposo.

Entretanto, a mesma nega ter sido a autora do crime de assassinato, afirmando que tudo aconteceu na presença dos vizinhos, que se aproximaram à sua casa para acudir.

Leonel Muchina, porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) na cidade de Maputo, indicou que o crime ocorreu na presença dos filhos do casal, por sinal dois menores de idade.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction