Director: Júlio Manjate

A região do Grande Maputo passará a ter água 24 horas por dia, a partir do próximo mês de Novembro, em resultado do início do abastecimento deste recurso através da barragem de Corumana, no distrito da Moamba.

Actualmente, a região que compreende as cidades de Maputo, Matola e a vila de Boane que consome água captada no rio Umbeluzi, passará a contar, dentro de dias, também com a do Incomáti, através de uma compacta estação de tratamento, de acordo com informações dadas ontem ao ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, numa visita efectuada ao empreendimento.

João Osvaldo Machatine disse que, com os 30 mil metros cúbicos de água a ser bombeados diariamente para Machava, na Matola,  e que se adicionarão aos cerca de 240 mil lançados pela Estação de Tratamento (ETA) do Umbeluzi e pouco mais de 30 mil metros cúbicos fornecidos através de furos, a área do Grande Maputo, não mais se queixará da escassez do precioso líquido.

De 2015 a esta parte, o caudal dó rio Umbeluzi foi baixando devido à falta de chuvas, o que levou o Governo a buscar outras fontes. Foi neste sentido que arrancou a construção do sistema de Corumana, que contempla uma conduta adutora de 95 quilómetros de extensão até Machava, e a ETA em Sábiè, para além da abertura de furos nos bairros periféricos e a reoperacionalização de pequenos sistemas avariados.

Com o agravamento da crise optou-se pela edificação da ETA compacta em Sábiè, para mitigar o problema, enquanto é edificada a estação convencional, cujo término está previsto para Agosto do próximo ano. Nessa altura, a região terá acima de 350 mil metros cúbicos de água, quantidade suficiente, segundo o ministro Machatine.

Para além do trabalho em curso nas componentes do novo sistema de abastecimento de água ao Grande Maputo, o ministro inteirou-se ainda do projecto paralelo da conclusão da barragem de Corumana, concretamente a montagem de comportas do descarregador principal e da construção do dique de portela, meio de defesa da infra-estrutura, em caso de cheias de grande magnitude.

Com as comportas, a barragem, construída no rio Incomáti entre 1983 e 89, vai elevar a sua capacidade de armazenamento de 720 milhões de metros cúbicos de água para 1240 milhões, o que, para além de irrigação e pesca, permitirá a produção de 16.2 mega watts de energia eléctrica.

O projecto prevê ainda o reassentamento de 132 famílias. Sobre o assunto, Calisto Mabote, director da Unidade de Gestão da Bacia do Incomáti, disse que as casas para os agregados a serem transferidos estão em construção, havendo algumas já prontas por entregar dentro de dias.

Por exemplo, das 89 previstas para o bairro de Chavane, 48 já estão concluídas, e em em Ndindiza prontas 21 casas.

Comments

Três indivíduos, um jovem e dois adolescentes, encontram-se, desde ontem, privados da liberdade, na 23ª esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM), bairro de Chihango, na cidade de Maputo, indiciados de violar, sexualmente, duas menores de 13 anos de idade.

Segundo apurou o nosso Jornal, o crime foi consumado por oito indivíduos, dos quais cinco estão a monte. O acto ocorreu na semana de (24/09 a 01/10), no bairro Muntanhane, distrito de Marracuene, província de Maputo.

Os detidos, um dos quais guarda de um dos locais, em que ocorreu a violação colectiva das meninas, e dois rapazes menores de idade, que se assumem como namorados das vítimas, negam o seu envolvimento forçado com as adolescentes.

“A minha namorada foi à minha casa, na noite de terça-feira. Envolvemo-nos, sexualmente, de forma consentida. No mesmo dia, saiu para se divertir com as amigas e depois não tive notícias dela, até que a Polícia apareceu na minha casa, acusando-me de ter participado de um estupro colectivo com sete rapazes e as duas meninas”, disse um dos detidos de 17 anos de idade.

O outro menor também admitiu ser namorado de uma das vítimas, mas nega ter se envolvido, sexualmente, com ela: “namoramos há algum tempo, mas nunca tivemos relações íntimas”, indicou o indiciado de 16 anos de idade.

Enquanto isso, o guarda da esplanada afirmou, que as meninas apareceram no local, pediram para passar uma refeição e descansar.

“Eu sei, que, no dia em que as meninas se hospedaram na esplanada estiveram com outros cinco rapazes. E saíram do estabelecimento na manhã do dia seguinte”, referiu A. Matsinhe, de 21 anos de idade.

Em contacto com a mãe de uma das menores, esta afirmou que, a sua filha desapareceu de casa, no bairro de Maxaquene-B, na tarde da terça-feira antepassada, com uma amiga, também menor. Referiu, que procurou pela adolescente vários dias, até que recebeu um telefonema, dando conta, de que a menina encontrava-se em Muntanhane.

“Desloquei-me ao local, onde viram a minha filha, o dono da casa impediu-me de levá-la comigo e a agrediu-me, mas consegui sair com ela à força. Foi então, que a minha filha contou-me, que se envolveu, sexualmente, com vários rapazes. Daí meti a queixa-crime contra os violadores e fomos reencaminhados ao Hospital Central de Maputo, onde constatou-se, que uma das crianças está grávida e a outra contraiu uma Infecção de Transmissão Sexual”, informou.

Abalada, a mãe da vítima, pede ,que seja feita a justiça, prendendo-se os foragidos.

Por sua vez, o porta-voz da PRM na cidade de Maputo, Leonel Muchina, afirmou, que as autoridades estão a trabalhar com vista a neutralizar os cinco indivíduos.

Comments

O primeiro e o segundo dia de matrículas dos novos ingressos para o ano lectivo 2020 foram  caracterizados por uma fraca afluência a nível da cidade de Maputo, apurou a Agência de Informação de Moçambique (AIM) numa ronda efectuada por três escolas da urbe, nomeadamente, as escolas primárias completa Filipe Samuel Magaia, 25 de Setembro e a do Jardim.

Os directores das três escolas confirmarm também a fraca adesão dos pais e encarregados de educação ao processo de matrículas de novos ingressos, já em curso em todo o país desde o dia 1 de Outubro corrente.

De acordo com o director da EPC Filipe Samuel Magaia, Merlen Viano, no primeiro dia das matrículas, oficialmente iniciadas na passada terça-feira, foram matriculados na escola que dirige  apenas seis alunos.

Viano disse que a sua escola tem disponíveis 113 vagas para novos ingressos e, comparativamente aos anos anteriores, o número representa um aumento de 13 vagas.

Por sua vez, a directora pedagógica da EPC 25 de Setembro, Hortência Josine, disse que a sua escola matriculou apenas 11 alunos, indicando ainda que aquele estabelecimento de ensino tem disponíveis 156 vagas, um número que representa um aumento considerável para novos ingressos.

O director da EPC- Jardim, Domingos Muzimé, afirmou, por seu turno, que para frequentar a primeira classe o aluno deve ter sido nascido em 2014, no mês de Junho.

A escola registou também uma fraca afluência, ao matricular apenas sete alunos para o ano lectivo de 2020, num universo de  190 vagas disponíveis.

Comments

PARTE da protecção costeira, na Av. da Marginal, ficou destruída, na sequência dos ventos fortes e maré alta registados na segunda-feira. Com efeito, cerca de dez metros do paredão que constitui a protecção costeira cederam, ameaçando toda a extensão da muralha na zona do parque do estacionamento do Triunfo. Leia mais

Comments

Quatro indivíduos indiciados de furto de bens nas lojas do grupo Pep, localizadas nas avenidas 24 de Julho e 25 de Setembro, e arrombamento de barraca,  encontram-se desde ontem, sob custódia das autoridades policiais da cidade de Maputo.

Trata-se de um idoso de 63 anos de idade, que responde pelo nome de J. João, que foi encontrado em flagrante a furtar 10 pares de sapatos femininos na loja da 24 de Julho, acto ocorrido em pleno Dia dos idosos.

Outros dois jovens, com idades que variam de 20 a 25 anos, foram neutralizados após roubarem três vestidos na loja do mesmo grupo localizada na “25 de Setembro”.

O quarto recolhido às celas é indiciado do crime de arrombamento de uma barraca localizada na Praça dos Combatentes, de onde retirou vários produtos, que foram imediatamente recuperados pelas autoridades policiais.

Segundo Leonel Muchina, porta-voz da Polícia da República de Moçambique, os dois jovens encarcerados na 1ª esquadra possuem cadastro, sendo associados ao furto de telemóveis na via pública.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction