Director: Júlio Manjate

O governo da província de Tete entregou na noite de ontem, quinta-feira, um valor de cerca de 130 mil meticais à equipa de futebol da União Desportiva de Songo.

O valor surge como gratificação pelo empenho da colectividade nos últimos quatro anos, no futebol nacional e internacional elevando o nome da província e do país em geral em outros patamares nas competições ao nível da região da África.

O governador da província de Tete, Paulo Auade, dirigiu o acto nas instalações do Hotel Vip - Executive, após o desembarque da equipa proveniente de Maputo onde disputou e venceu a Taça de Moçambique-TMCel, a segunda maior prova de futebol moçambicano ao derrotar o Ferroviário de Maputo por 2-0.

Auade na sua intervenção reconheceu os esforços empreendidos pela direcção, corpo técnico, jogadores, os patrocinadores e o público em geral que sem meias medidas empenharam-se na procura de resultados positivos durante as competições quer das provas nacionais e internacionais.

“Hoje estamos todos felizes, pois, apesar de não conseguirem andar mais além nas competições africanas, e internamente não revalidação do título do Moçambola, conseguiram conquistar pela segunda vez a maior prova futebolística de Moçambique, a Taça de Moçambique”- frisou Paulo Auade.

Para Mucuapele Tembe, capitão da equipa da UDS, quem apresentou e entregou o troféu da conquista da Taça de Moçambique, ao governador Paulo Auade, disse na ocasião que os ganhos que a colectividade vem conquistando são o espelho de participação e colaboração de toda massa associativa, adeptos, patrocinadores, organismos governamentais a vários escalões e o público no seu geral.

Por seu turno, Francisco Xavier dos Santos, presidente da direcção da União Desportiva do Songo, disse aos membros do executivo provincial que a colectividade vai prosseguir a luta para o alcance dos objectivos do clube na sua permanência na prova máxima futebolística ao nível africano.

“Quero aqui sossegar aos membros do governo provincial, à direcção da Hidroeléctrica de Cahora-Bassa, principal patrocinador, e à massa associativa, de que os melhores dias ainda virão porque queremos estar reassentados na plataforma de um dos melhores clubes africanos, porque queremos levar o nome de Songo, da província e do país para além fronteira no capítulo de Futebol”- explicou Francisco Xavier dos Santos, presidente da União Desportiva do Songo.

 

Comments

A SELECÇÃO Nacional de Futebol parte esta manhã, pelas 9.00 horas, com destino à cidade sul-africana de Durban, onde irá disputar a edição 2019 do torneio regional da COSAFA,que deverá decorrer a partir do dia 25 de Maio até 9 de Junho próximo.

A turma moçambicana realizou ontem o seu último treino, no Estádio Nacional do Zimpeto, em duas sessões. Jafete (Incomáti) e Eldinho, este último do Clube do Chibuto, irão vestir pela primeira vez a camisola dos Mambas. Além disso, os jogadores em causa surgem na lista para colmatarem as ausências de Mexer e Lau King.

Os “Mambas” só deverão entrar em acçãoeste domingo, defrontando a carrasca Namíbia, no King ZwelithiniStadium, às 14.00 horas, em jogo da primeira jornada do Grupo “B”, para logo a seguir, às 16.30 horas, o Malawi medir forças com as Ilhas Seychelles.

Depois do braço-de-ferro instalado entre Abel Xavier, técnico da Selecção Nacional de Futebol, Associação de Futebol da Cidade de Maputo (AFCM) e o Costa do Sol, no concernente à cedência  de quatro jogadores canarinhos convocados para o Torneio Regional da COSAFA, a paz finalmente estabeleceu-se no seio do combinado nacional,uma vez alcançados os consensos entre as partes envolvidas.

Recorde-se que a marcação dos jogos da Taça de Moçambique por parte da AFCM punha em causa a participação de Moçambique neste torneio regional e colocava o seleccionador num fogo-cruzado com os clubes e a entidade que gere o futebol no país.

Só depois do comunicado emitido, na última terça-feira pela AFCM, anunciando o cancelamento do jogo entre as equipas do Costa do Sol e do Estrela Vermelha é que Abel Xavier conseguiu reunir os jogadores necessários para continuar a trabalhare se tal não acontecesse o treinador luso-moçambicano ameaçava devolver todos os jogadores aos respectivos clubes.

Esta será certamente uma excelente oportunidade para as selecções qualificadas ao Campeonato Africano das Nações (CAN) aprumarem-se antes do arranque da maior prova continental. Angola, Madagáscar, Namíbia, África do Sul e Zimbabwe, pertencentes à COSAFA, irão representar a zona no Egipto, de 21 a 19 de Julho.

Lembre-se, entretanto, queapesar de não ter conseguido a qualificação ao CAN, Moçambique servir-se-á do torneio COSAFA para a preparação do CAN-interno(CHAN).

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction