Imprimir
Categoria: Desporto Nacional
Visualizações: 1899

A SELECÇÃO Nacional de Basquetebol Sénior Feminina parte esta tarde para Istambul (Turquia), onde vai cumprir um estágio pré-competitivo de 10 dias, antes de seguir para Belgrado (Sérvia), no dia 3 de Fevereiro.

A preparação tem em vista a participação no Torneio Pré-Olímpico Mundial,que se disputa entre os dias 6 e 9 de Fevereiro. A equipa de todos nós está inserida no grupo da anfitriã Sérvia, a campeã mundial EUA e a bicampeã africana Nigéria.

A selecção cumpriu o último treino em solo pátrio na manhã de ontem, no pavilhão doMaxaquene, na cidade de Maputo. Após os trabalhos, Leonel “Mabê” Manhique, seleccionador nacional, divulgou a lista das 12 atletas que seguem para o estágio em Istambul, onde mais duas jogadoras serão dispensadas.

Do grupo que parte de Maputo, apenas 10 seguirão para Belgrado, onde se juntarão às outras duas que estão neste momento na Espanha. Trata-se das valiosíssimas Leia Dongue e Tamara Seda, por sinal as únicas a militarem numa liga profissional.

Eis a lista das 12 eleitas: Bases (Delma Zita, Denise Ernesto, Onélia Mutombene); extremos (Eleotéria Lhavanguane, Stephânia Chiziane, Ingvild Mucauro, Anabela Cossa, Dulce Mabjaia, Elisabeth Pereira); postes (Nilsa Chiziane, Deolinda Gimo, Odélia Mafanela). Das 15 que estiveram integradas na primeira fase, foram dispensadas as atletas Amélia Macamo, Cecília Seane e Madina Camara.

Amad Mogne, chefe da missão, explicou que durante os 10 dias o combinado nacional observará cerca de três a quatro jogos de controlo com equipas do primeiro nível da liga principal e outras da EuroLiga, paratestar os seus níveis.

Por sua vez, Mabê fez uma avaliação positiva da primeira fase de preparação, que iniciou nas vésperas da quadra festiva.

“As atletas deram o seu máximo naquilo que era o nosso programa e cumprimos a 100 por cento. Sentimos, portanto, que atingimos os nossos objectivos para esta primeira fase”, disse o jovem técnico, lembrando que Moçambique está no grupo das 16 melhores selecções do mundo.

“Vamos encarar estes jogos de frente, sabemos o que vamos encontrar diante da Nigéria, uma equipa forte.Temos de nos preparar para superar as dificuldades que tivemos em Maputo e a partir daí é possível atingir os objectivos que pretendemos”, anotou o técnico, antes de garantir que não vai à busca de uma vitória, mas de pontos em todos os jogos que terá pela frente.

Recorde-se que Moçambique precisa apenas de uma vitória no Pré-Olímpico para se qualificar para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. A estreia será diante da Nigéria, no dia 6 de Fevereiro.