Director: Júlio Manjate

A FIFA vai antecipar o apoio anual à Federação Moçambicana de Futebol (FMF) disponibilizando já no mês de Maio um valor de 500 mil dólares, cerca de 35 milhões de meticais, e não em Julho como estava previsto.

O pagamento antecipado do valor visa fazer face às enormes dificuldades que as federações nacionais, em particular a moçambicana, atravessam num momento em que as actividades desportivas estão suspensas devido a Covid-19, o novo coronavírus.

Contactado pelo “Notícias” sobre o assunto, o presidente da FMF, Feizal Sidat, confirmou que o valor será mesmo concedido pelo órgão máximo do futebol mundial em Maio.

“Trata-se de um apoio que a FIFA dá anualmente às federações e por causa do momento que o mundo do futebol está a atravessar, devido a pandemia da Covid-19, decidiu antecipar e vai disponibilizar o valor em Maio e não em Julho como era esperado. Portanto, não se trata de um valor acrescentado e como tal teremos que fazer a devida aplicação”, disse, ressalvando que várias competições das selecções foram suspensas: “Mambas”, das selecções de formações, futebol feminino, futebol de praia e futsal e que parte desse valor será para suprir essas despesas quando as competições reiniciarem.

Sidat afirma ainda que o valor será também usado para o pagamento de salários aos funcionários da FMF. Sublinhe-se que a cedência do referido montante às federações tinha sido acordado durante um congresso da FIFA em 2016.

FIFA SOLIDÁRIA

COM AS FEDERAÇÕES

Entretanto, no seu comunicado, a FIFA trabalha para continuar a apoiar as entidades desportivas mais necessitadas.

“A pandemia causou desafios inesperados para toda a comunidade do futebol e, como órgão máximo a nível mundial, é dever da FIFA estar lá e ajudar as entidades que estão mais necessitadas. Este é o primeiro passo de um plano de alívio financeiro que estamos a desenvolver para responder à emergência actual no futebol. Juntamente com os nossos parceiros, estamos a contabilizar as perdas e estamos a desenvolver as ferramentas mais apropriadas e efectivas para implementar nas próximas fases do plano”, afirmou o presidente da FIFA, Gianni Infantino, no comunicado do organismo.

Comments

HÁ nove anos (23 de Abril de 2011) a capital do país parava literalmente para a inauguração do Estádio Nacional do Zimpeto, a maior infra-estrutura desportiva construída em Moçambique após a independência nacional. Leia mais

Comments

A SELECÇÃO Nacional de futebol pode não voltar a jogar mais esta época, um cenário que irá abranger todas as outras selecções, caso a FIFA decida suspender os jogos, uma possibilidade que está em equação e deve ficar definida nos próximos dias. 

A ideia de suspender o futebol das seleções até 2021 é avançada pelo vice-presidente do organismo que tutela o futebol internacional, Victor Montagliani, o homem que lidera o grupo da FIFA que estuda as implicações da pandemia da Covid-19 no desporto-rei. De acordo com o canadiano, após o levantamento das restrições actuais, a prioridade deve ser dada às competições nacionais de futebol, até para limitar o número de viagens internacionais, acrescentando que duvida que o primeiro jogo tenha espectadores nas bancadas.

Caso venha a confirmar-se a suspensão de jogos das selecções, os “Mambas” terão que esperar até 2021 para prosseguir a fase de qualificação para o CAN-Camarões 2021. De notar que a equipa nacional tinha previsto a realização, em Setembro, de quatro jogos referentes às eliminatórias, segundo a proposta apresentada por um grupo de trabalho formado pela FIFA para assessorar o organismo na recalendarização das competições face à crise provocada pelaCovid-19 no desporto.

Para concluir a campanha, os “Mambas” tinham jogos agendados diante dos Camarões (duas vezes), Ruanda eCabo Verde.

De realçar que Moçambique lidera o Grupo “F” com quatro pontos, os mesmos dos Camarões. Cabo Verde está em terceiro com dois, sendo que o Ruanda é o “lanterna vermelha” sem qualquer ponto.

CAN ADIADO?

Entretanto, a suspensão dos jogos das selecções no presente ano irá implicar um adiamento do próprio CAN, agendando para 9 de Janeiro a 6 de Fevereiro de 2021. É que, caso os jogos sejam suspensos, a mais importante competição continental deverá sofrer alterações de calendário.

Refira-se que devido à pandemia do novo coronavírus, as datas dos jogos de qualificação para o Mundial-2022, no Qatar, também sofreramalterações, estando previstos para iniciarem Outubro deste ano e fechando em Setembro de 2021, calendário que deverá sofrer alterações.

Quanto às eliminatórias para o Mundial-2022, o início está previsto para Agosto, sendo que Moçambique está inserido no Grupo “D”, juntamente com Camarões, Costa do Marfim e Malawi.As mesmas poderão também serem suspensas. Aliás, para esta prova está em curso uma discussão bilateral entre a FIFA e as confederações continentaispara se decidir se as competições seriam realizadas este ano.

Comments

A SEMANA passada foi fértil em debates para o rumo do futebol nacional nos próximos tempos, numa altura em que a modalidade está a ser severamente afectada pela propagação do novo coronavírus, geradora da pandemia da Covid-19. A redução do salário dos jogadores em cerca de 50 por cento e o novo calendário futebolístico centraram as atenções, com quase todos os clube do Moçambola, e não só, a defenderem a mudança da época adaptando-se à praticada nos países europeus e na maioria dos países africanos, seguindo aquilo que a Confederação Africana de Futebol (CAF) preconiza. Leia mais

Comments

A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) junta-se, esta quinta-feira, no auditório Ferdinand Wilson, à Liga Moçambicana de Futebol, dirigentes dos clubes, Sindicato dos Jogadores e a Associação de Treinadores para, em conjunto, encontrar-se uma solução com relação aos salários, enquanto perdurar o estado de emergência decretado em finais de Março pelo Presidente da República.

Há um mês que os Campeonatos Provinciais foram suspensos e o arranque do Moçambola-2020 adiado “sine die”, e com isso alguns clubes estão a enfrentar dificuldades para o pagamento de salários, devido à falta de receitas. Aliás, alguns já estão com salários atrasados, como é o caso do Desportivo de Maputo, cujos funcionários inclusive trancaram as portas em reivindicação de falta de remuneração.

Os clubes nacionais prevêem, por conta disso, um ano difícil, uma vez que por consequência desta pandemia os patrocinadores estão ressentindo-se da crise e provavelmente vão ter de ajustar os contratos de patrocínio, mas os compromissos com equipas técnicas e jogadores devem ser honrados. 

Com o encontro se espera encontrar uma fórmula de pagamento dos salários até porque os clubes estão a prever uma temporada mais longa do que o previsto. Ou seja,se o planificado era pagar salários de Fevereiro a Novembro (10 meses), com esta paragem provavelmente sejam obrigados a pagar inclusive Dezembro ou mesmo Janeiro, se a época não terminar este ano.

Não tendo receitas,os clubes pretendem que, à semelhança de outros campeonatos, os jogadores e treinadores aceitem redução salarial enquanto as provas estiverem suspensas.

É este acordo que se espera ser alcançado antes do encontro com o Ministério do Trabalho e Segurança Social, solicitado pela FMF, em Março, com vista a ter aconselhamento sobre a atitude a ser tomada pelos clubes depois da suspensão de todas competições nacionais por tempo indeterminado, o que provoca um impacto negativo no desenrolar das actividades do futebol, particularmente nos clubes, que ficam impedidos de gerar receitas provenientes da bilheteira dos jogos e até dos patrocinadores. 

No meio disso,os clubes,que já são débeis financeiramente, têm compromissos contratuais laborais estabelecidos com os seus atletas e treinadores, e que face àsituação de paragem competitiva que vigora, têm extremas dificuldades para honrar. Daí que se pretenda encontrar soluções para acautelar os problemas que se colocam ao nível dos contratos de trabalho desportivos e salários dos atletas e treinadores de futebol nos respectivos clubes.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction