Imprimir
Categoria: Economia
Visualizações: 558

Cerca de 133 mil pessoas foram transportadas de Janeiro até Março do ano em curso pela CDN (Corredor de Desenvolvimento do Norte), através do comboio de passageiros ligando as províncias de Nampula e Niassa, no norte do país, contra 113.588 movimentadas no mesmo período do ano findo.

No período em alusão, a carga geral  movimentada por comboio que liga o porto de Nacala e os países do interland cifrou-se em 126 451 toneladas, número que representa um aumento na ordem de 27% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, em que foram transportadas 99 692 toneladas de produtos diversos.

Este incremento, sobretudo na carga geral, surge como fruto dos investimentos feitos pela CDN aliado à introdução do comboio de mercadorias exclusivo para o troço Cuamba-Lichinga, desde princípios do ano em curso.

“Neste 1º trimestre, mesmo diante do cenário, operacionalmente desafiador das chuvas, conseguimos atingir marcas expressivas. Os constantes investimentos realizados pela nossa empresa na via permanente, vagões, locomotivas, além do trabalho contínuo de capacitação técnica, que tem reflectido em recordes na confiabilidade dos activos, sustentando assim a produção” – disse Felipe Tavares, director das operações ferroviárias da CDN.

A CDN, na rede ferroviária do norte, opera nos troços Nampula-Cuamba, Cuamba-Lichinga e Cuamba-Entre-Lagos, e durante os primeiros três meses do ano em curso já realizou 305 comboios, contra 249 do ano passado.