Director: Lázaro Manhiça

PASSA hoje, 6 de Agosto, o primeiro ano da assinatura do Acordo de Paz Definitiva de Maputo, entre o Presidente da República, Filipe Nyusi, e o líder da Renamo, Ossufo Momade, colocando fim a um período de instabilidade político-militar que o país vivia desde 2014. Este acto marcou o cumprimento da promessa feita por Filipe Nyusi a 15 de Janeiro de 2015, na sua investidura para o primeiro mandato como Presidente da República, segundo a qual não descansaria enquanto o país não alcançasse a paz efectiva. Nos discursos de ocasião, os dois dirigentes assumiram o compromisso de que o país jamais voltaria às armas para resolver qualquer diferendo entre os moçambicanose que o diálogo seria a principal via para a manutenção da paz. Leia mais

Comments

A COMUNIDADE internacional em Moçambique felicita a todos os envolvidos no processo de cessação definitiva das hostilidades militarespelo apoio que continua aassegurar o processo do Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR). Ontem, quatro de Agosto, o país celebrou o primeiro ano em que o Presidente da República, Filipe Nyusi,e o líder da Renamo, Ossufo Momade, assinaram, no Parque Nacional da Gorongosa, em Sofala, o Acordo de Cessação das Hostilidades Militares. Na cerimónia, os dois dirigentes juraram nunca mais pegar em armas para resolver os seus diferendos, destacando na altura o diálogo como a chave para a manutençãoda paz. Leia mais

Comments

UM debate sobre o emprego e a empregabilidade juvenil em Moçambique está em curso neste momento, através da plataforma on-line Zoom, como contributo para melhorar o acesso às oportunidades pelos jovens no país.

Trata-se de uma iniciativa organizada pela International Youth Foundation (IYF), em parceria com a Secretaria deEstado da Juventude e Emprego (SEJE), como resposta aos desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus.

Pretende-se, com o encontro on-line, desafiar os participantes a identificar soluções que contribuam para remover barreiras no acesso ao emprego e à promoção de iniciativas empreendedoras pelos jovens.

Sob o lema “Contribuição do ecossistema de emprego e empregabilidade para a melhoria do acesso às oportunidades económicas para os jovens”, o debate conta com a presença dos actores da promoção deemprego e empregabilidade juvenil no país.

Entre estes participantes destacam-se representantes do Governo, sector privado, jovens e líderes de organizações juvenis, organizações não-governamentais e parceiros de apoio ao desenvolvimento.

O foco da conversa é a identificação de mecanismos para actuações coordenadas dos parceiros que lutam pela maior inserçãodos jovens no mercado de emprego no país. Entre os pilares do debate está o Programa Quinquenal do Governo (2020 – 2024), o Plano Económico e Social e os programas dos diferentes parceiros de desenvolvimento baseados na realidade moçambicana.

Este evento enquadra-se no programa “Via: rotas para o trabalho”, em curso há 5 anos no país, sob financiamento da MasterCard Foundation, através da International Youth Foundation (IYF),uma organização norte-americana com representação em 73 países no mundo, incluindo Moçambique.

No nosso país,este organismo funciona desde o ano de 2012, tendo actualmente como parceiros de implementação o Instituto de Formação Profissional e Estudos Laborais Alberto Cassimo (IFPELAC) e o Instituto Nacional de Emprego (INEP).

Comments

O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, profere hoje, pelas 20 horas, uma Comunicação à Nação, a partir da Presidência da República. De acordo com um comunicado de imprensa enviado pela Presidência da República, a Comunicação do Chefe do Estado moçambicano é feita no contexto das medidas de prevenção da pandemia da Covid-19.

Comments

A MINISTRA dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verónica Macamo, diz que em Moçambique não há problemas de intolerância religiosa, por isso, os ataques de insurgentes em Cabo Delgado, com esse argumento, são agressões ao país, no seu todo. “Moçambique está a ser agredido, os ataques terroristas estão a provocar vítimas. Utilizar o argumento religioso para fazer terrorismo não tem qualquer sentido”, diz Macamo. Falando semana finda, num encontro na cidade de Nampula, com parceiros de cooperação e organizações nacionais e estrangeiras, que operam naregião, Verónica Macamo afirmou que aquilo que ocorre em Cabo Delgado “é mesmo terrorismo, matar e destruir”. Leia mais

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction