Director: Júlio Manjate

A polícia deteve nove membros da Renamo suspeitos de falsificar certificados de habilitações literárias para se candidatarem a membros das mesas de voto em Inhambane, disse ontem à Lusa fonte da corporação.

O grupo do principal partido da oposição foi detido na sexta-feira, após suspeita e posterior denúncia do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral do distrito de Panda, disse o porta-voz da Polícia da República de Moçambique em Inhambane, Juma Aly.

Segundo a polícia, o grupo terá falsificado sete certificados da 7.ª classe, com conivência do delegado distrital e do chefe do Gabinete de Campanha da Renamo local, que também estão detidos.

"Eles [delegado distrital e o chefe do Gabinete de Campanha] contribuíram na falsificação. Eles é que estavam a formular o processo para que os sete jovens fossem integrados como membros das assembleias de voto", disse Juma Aly.

Os sete certificados apresentavam a mesma data de emissão e as mesmas notas, tendo sido substituídos apenas os nomes, o que terá, segundo a polícia, levado às suspeitas dos órgãos eleitorais.

O certificado de habilitação literária, no mínimo da 7.ª classe, é um dos requisitos para ser membro das assembleias de voto.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction