Imprimir
Categoria: Política
Visualizações: 1273

As mensagens que chegavam a Dar-Es-Salaam, trazidas por “gente de boa vontade”, esclareciam que o apoio da África do Sul ao colonialismo português na sua luta contra os movimentos de libertação em Angola e Moçambique era apenas a forma de garantir que estes países não teriam uma independência dominada por “forças comunistas” que, naturalmente, se oporiam à formação da “Constelação de Estados Independentes”. Leia mais