Imprimir
Categoria: Política
Visualizações: 1097

ESTÃO já criadas todas as condições necessárias para o acto solene de investidura, na segunda-feira, dos deputados da Assembleia da República saídos das eleições gerais de 15 de Outubro no país.

Assim, são esperados até hoje, na cidade de Maputo, os 250 mandatários, segundo anunciou ontem, em conferência de imprensa convocada especialmente para o efeito, o secretário-geral da Assembleia da República, Armando Correia.

Correia explicou que, no mesmo acto, a ser presidido pelo Chefe do Estado, será eleito o presidente da Assembleia da República que, seguidamente, será investido nas suas funções pelo presidente do Conselho Constitucional.

Armando Correia disse que o secretariado-geral está igualmente preparado para apoiar os deputados, sobretudo os recém-eleitos, quanto ao funcionamento da casa, como aceder aos seus serviços, entre outras necessidades. Foi igualmente finalizada a entrega de convites a diversas personalidades que irão testemunhar o acto, nomeadamentetitulares dos órgãos de soberania, representantes dos partidos políticos, do corpo diplomático, de organizações sociais, nacionais e estrangeiras, líderes religiosos, órgãos de comunicação social, altas individualidades académicas, culturais e sociais, entre várias outras.

O secretário-geral da AR confirmou que até ontem estavam acreditados pelo menos 50 jornalistas, entre nacionais e estrangeiros. Porquea acreditação prossegue, espera-se que o número venha a crescer.

Instado a pronunciar-se sobre se estava garantida a presença de todos os deputados, tendo presente a existência de alguns que contestam os resultados eleitorais de 15 de Outubro, Armando Correia respondeu que tal facto não é da esfera do secretariado-geral e explicou que o factoé que foram criadas as condições para que todos estejam na cidade de Maputo até hoje, sexta-feira, para que no dia 13, segunda-feira, possam ser investidos nas suas funções.