Director: Júlio Manjate

Um indivíduo encontra-se detido nas celas da Polícia da República de Moçambique (PRM), na cidade de Chimoio, indiciado de crimes de burla por defraudação, uso de falsas qualidades e de nomes falsos, ao fazer-se passar, de governadora da província de Manica, para burlar os dirigentes cobrando valores monetários.

Trata-se de Daniel A., de 33 anos de idade, natural da cidade de Maputo e residente naquela cidade.

O indiciado é confesso e admite ter enviado, em nome da Governadora da província de Manica, Francisca Tomás, várias mensagens para diversos administradores distritais, secretários permanentes distritais e dirigentes de nível provincial, pedindo valores monetários em troca da permanência destes responsáveis nos seus cargos, com a instituição da governação descentralizada e no âmbito das nomeações que se seguirão.

Além de se fazer passar de governadora da província de Manica, Daniel também se intitulou ser Governador da província Inhambane, Daniel Chapo, seu suposto homónimo.

Para lograr seus intentos, o indivíduo diz ter acedido ao portal do Governo de onde alegadamente terá obtido os nomes e os números de telefones móveis das suas vítimas, incluindo os nomes dos dois governadores.

Explicou ainda que, para além de usar nomes dos governadores das duas províncias, fez-se passar igualmente de outros dirigentes de nível central, incluindo ministros, vice-ministros, secretários de Estado, deputados, entre outros quadros, facto que terá precipitado a sua neutralização, pois muitas das vítimas entenderam logo tratar-se de um indivíduo estranho ao sistema e sem vínculo, nem cargo no Governo.

No entanto, nem todos abordados na província de Manica, chegaram a desconfiar e caíram na burla. Foi assim que Daniel A. confessou ter conseguido burlar apenas 5000,00 meticais, de um administrador distrital daquela província, cuja identidade não revelou, de quem diz ter recebido, via M-pesa, essa quantia.

O delinquente diz-se arrependido pelo crime que cometeu, mas afirmou ter sido a alternativa que encontrou para conseguir dinheiro para alimentar a sua família, uma vez ser desempregado e estar a viver em situação de pobreza extrema.

O porta-voz da PRM em Manica, Mateus Mindú, que confirmou o facto, do indivíduo foi detido na cidade de Maputo, com a intervenção do Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) e foi trazido a Chimoio, por tratar-se da circunscrição onde reside a maior parte das vítimas abordadas.

Acrescentou que as pecas do expediente criminal, já foram lavradas e seguem ao tribunal que devera decidir pela pena a aplicar a este indivíduo, indiciado de crimes de burla por defraudação, uso de falsas qualidades e de nomes falsos.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction