Director: Júlio Manjate

Morreu, na manhã de hoje,  aos 92 anos de idade, o músico e saxofonista Chico da Conceição, vítima de doença.

Chico da Conceição perdeu a vida no Hospital Central de Maputo (HCM), para onde foi evacuado e deu entrada pelas 10:00 horas, vindo a perder a vida meia hora depois.

Fonte familiar, que confirmou a notícia ao nosso jornal, avançou, que há dois anos, que o instrumentista não gozava de boa saúde, exibindo sinais de debilidade física e de saúde.

No entanto, nas últimas duas semanas o autor de “Marrumana”, entre outros sucessos, mostrou estar a melhorar, facto, que animou amigos e familiares. Porém, esta manhã a família foi surpreendida com o agravamento do seu estado de saúde.

A mesma fonte avançou que, amanhã será realizado o velório na capela do Hospital Central de Maputo, transladando-se, depois, o corpo para a província de Inhambane, onde será sepultado.

Portador de deficiência visual desde 1975, Francisco João da Conceição, de seu nome completo, nasceu a 14 de Junho de 1927, na cidade de Inhambane.

Terceiro de quatro filhos do casal João António da Conceição e Domingas Liberato Quinhas, Chico da Conceição dedicou mais de 70 anos à causa das artes e cultura, particularmente, a música e o saxofone, seu instrumento predilecto.

Músico de reconhecido mérito, o seu percurso artístico foi marcado por prémios e condecorações. Em 1985 foi condecorado com a Ordem Samora Moisés Machel, em reconhecimento ao seu contributo na área da música. No ano 2014, pelas mãos do antigo Presidente da República, Armando Guebuza, foi atribuído a medalha de Ouro.

(Notícia em actualização)

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction