Director: Júlio Manjate

O Camões, Centro Cultural Português em Maputo, vai acolher, no próximo dia 5, a inauguração da exposição “Português de Moçambique no Caleidoscópio”.

Segundo um comunicado recebido na Redacção doNotícias, a exposição acontece por ocasião da celebração dos 10 anos de actividade da Cátedra de Português Língua Segunda e Estrangeira, sediada na Faculdade de Letras e Ciências Sociais da Universidade Eduardo Mondlane.

 O mesmo documento refere que a Cátedra de “Português Língua Segunda e Estrangeira” surge no âmbito de um protocolo de cooperação assinado entre a Universidade Eduardo Mondlane e o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua.

A cátedra foi concebida como um programa de investigação que visa contribuir para a difusão e promoção de estudos sobre a língua portuguesa, assim como para a produção de ferramentas e materiais para o seu ensino como língua não materna.

O comunicado explica ainda que a exposição “Português de Moçambique no Caleidoscópio” pretende divulgar informação sobre diferentes facetas do Português em Moçambique (histórica, social, linguística), assim como sobre as actividades desenvolvidas pela equipa da Cátedra ao longo deste período.

 O título da exposição, “Português de Moçambique no Caleidoscópio”, pretende sintetizar o espírito que lhe está subjacente: tal como num caleidoscópio, a informação foi distribuída em diferentes fragmentos, de forma que, em conjunto e com recurso a suportes materiais e tecnológicos diversificados – mapas, gráficos, fotografias, cartoons, gravações  áudio, posters – seja capaz de cativar os visitantes e  sensibiliza-los para a imensa riqueza linguística deste país.

A exposição vai estar patente na Galeria do Camões - Centro Cultural Português, em Maputo, entre 5 e 17 de Dezembro de 2019 e entre 13 de Janeiro e  21 de Fevereiro 2020, prevendo-se que, posteriormente, a mesma seja vista noutras regiões do país e no estrangeiro.

Comments

 

A Livraria Minerva &Continental é inaugurada às 18.00 horas de hoje, em Maputo, acto que coincide coma abertura da sua 83ª Feirado Livro,cuja programação cultural inclui o lançamento do livro “Salpicos de Água e Sóis” da deputada da Assembleia da República, Ivone Soares; das obras “Constituição para a Pequenada”e “A Amarrada Chuva de Kamutxhukêti”, ambas da autoria do Professor Doutor Teodoro Waty; e do livro “Olhão à Constituição da República”, da autoria do advogado Simeão Cuamba. 
Debates, apresentações, lançamentos, exposições, encontros com escritores, sessões de autógrafos e outras celebrações em torno do livro para todos os públicos terão lugar na feira, ao longo dos 18 dias do evento, constituindo, a par da alargada oferta de livros a preços promocionais com descontos de até 20%, um dos grandes motivos para a afluência de visitantes, segundo um comunicado a que o Notícias Online teve acesso.

Depois de mais de um século a funcionar na avenida Consiglieri Pedroso, a mais antiga livraria do país (111 anos) passa para as instalações que durante muitos anos abrigaram o restaurante Continental.

Sob a designação de Minerva& Continental,o novo espaço vai conciliar o conceito de livraria com o de restaurante, estando destinado à comercialização de livros, material informático, aparelhagensde som e TV´s, além de propor experiências gastronómicas.
A cerimónia de inauguração contará com a presença de membros do governo, académicos, escritores, artistas,dirigentes políticos e agentes económicos.
 

Comments

“Ngilina da Zona”, uma peça teatral do Grupo Hanya Arte, é a proposta que o Centro Cultural Brasil-Moçambique (CCBM) vai exibir  por ocasião dos 30 anos desta casa de cultura, que se assinalam este mês.

“Ngilina” é uma jovem “vítima” da tradição moçambicana, lobolada aos 16 anos, que sofreu violações pelo seu marido. Ela foge de casa e, como consequência, se torna prostituta, com o intuito de ganhar dinheiro e devolver o lobolo que lhe torna presa ao seu passado.

O Grupo Teatral Hanya Arte foi criado em 2016 com o propósito de promover, incentivar e desenvolver actividades culturais, tendo como foco o teatro.

Com dramaturgia e encenação de Maria Clotilde, a obra tem como elenco Joana Mbalango, Ailton Zimila e Fernando Macamo.

Comments

A Escola Nacional de Dança realiza hoje, na capital do país, a gala alusiva ao encerramento do ano lectivo 2019. O evento, segundo uma nota do Ministério da Cultura, visa reflectir sobre a expressão do trabalho desenvolvido de indução de conhecimento de aptidões a crianças e jovens, como resposta às exigências de desenvolvimento socioeconómico do país, no âmbito da Política das Indústrias Culturais e Criativas.

Comments

A ANTIGA presidente e ex-ministra da Educação do Equador, Professora Rosália Ortega, lança hoje, na capital do país, o livro intitulado “JERÓNIMO”.

Segundo uma nota da Universidade Pedagógica (UP), Rosália Ortega é uma personalidade política equatoriana, advogada, escritora e foi a primeira mulher a presidir o país, em 1997.

Foi secretária-geral da Organização do Tratado de Cooperação Amazónica e é membro do corpo editorial da Enciclopédia Britânica.

 

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction