Director: Júlio Manjate

O distrito de Chongoene, em Gaza, conta, desde a semana passada, com uma nova biblioteca infantil, com mais de 200 obras literárias de temática diversas, entre contos e estórias infantis, e manuais de pedagogia, para orientação dos docentes.

Trata-se de um centro de estudos, que conta com material bibliográfico de línguas Portuguesa e Inglesa, Matemática, Moral e Cívica, Pedagogia, Atlas, Romances, entre outros. Parte dessas obras de escritores e conteúdos nacionais, foram oferecidas pelo banco Millenium Bim, no âmbito do apoio social aos sectores de educação e cultura, prevendo-se beneficiar cerca de três mil crianças.

 A biblioteca está anexa à Escola Primaria Completa de Siaia, esperando-se, que a mesma venha criar e incentivar o hábito de leitura, escrita, desenho e pintura no seio dos estudantes da 1ª à 7ª classe daquela escola e de diferentes escolas primárias completas baseadas no distrito de Chongoene.

Segundo o responsável do Millenium Bim, Fernando Carvalho, a criação daquela infraestrutura é fruto de um projecto, que tem em vista permitir, que os estudantes possam cultivar hábitos de leitura e lazer, bem como, exercitarem as matérias, que todos os dias aprendem na escola.  

A biblioteca poderá, num futuro breve, segundo garantiram os responsáveis do Bim, receber material informático, para permitir pesquisas de conteúdo tecnológico.

Por seu turno, a governadora da província de Gaza, Stella Pinto Zeca, agradeceu o gesto daquela instituição bancária pela oferta de um espaço de consulta de matéria bibliográfica infantil, sublinhando, que é responsabilidade de todos cultivar na criança o hábito de leitura e escrita.

“A biblioteca está aqui e tem uma diversidade de livros, histórias bonitas e de outros conteúdos, que podem aproveitar, para melhorarem o vosso nível de conhecimento. Aproveitem com a orientação dos vossos professores e explorem no máximo este espaço, para que as próximas olimpíadas académicas sejam vencidas por estudantes deste distrito”, disse a chefe do executivo de Gaza.

A governadora apelou ainda aos estudantes a fazerem bom uso daquele património público, conservando-o, de forma a servir a cada vez mais estudantes.

“Se conservarem bem esta biblioteca, acredito, que as outras gerações virão buscar também conhecimento aqui”, deixou claro, Stella Pinto Zeca.

 

 

Comments

O músico Stewart Sukuma e a banda Nkuvu actuam hoje, no espaço Solange Beach Club, na cidade da Beira. O concerto está integrado no evento denominado “Noite da Capulana” que, segundo os organizadores, pretende celebrar o melhor da diversidade cultural e artística do país. Leia mais

Comments

O músico Stewart Sukuma e a sua banda Nkuvu actuam este sábado (21) no espaço Solange Beach Club, na cidade da Beira.

O concerto está integrado no evento denominado “Noite da Capulana” que, segundo os organizadores, pretende celebrar o melhor da diversidade cultural e artística do país.

Stewart Sukuma diz-se pronto para voltar à Beira numa altura muito particular, para esta cidade, que vai se reconstruindo, depois dos impactos do ciclone tropical Idai.

O artista acrescenta, que “Beira tem um significado particular, porque por lá tenho muitos amigos e familiares, e sempre que vou tocar nesta cidade, as recebo com um grande calor e uma grande amizade do público. Estou muito feliz por regressar à Beira”.

De acordo com Sukuma, a performance da banda, no “Solange Beach Club” vai servir para apresentar temas, sobejamente, conhecidos pelo público, mas com toques subtis. “Até porque cada actuação é única e banda Nkuvu já habituou o público a essa dinâmica. Portanto, o auditório pode esperar um show de muita fusão, mas com grande referência, para o ritmo marrabenta, que muito caracteriza as minhas músicas”, acrescentou.

Comments

Decorre esta tarde, na vila-sede de Inhaminga, distrito de Cheringoma, uma mesa redonda sobre os massacres coloniais, em Moçambique, particularmente, os que tiveram lugar naquela parcela da província de Sofala.

Esta acção realiza-se no âmbito da passagem dos 45 anos dos massacres de Inhaminga, que tiveram lugar de Agosto de 1973 a Abril de 1974, vitimando mais de três mil moçambicanos.

A barbárie do regime colonial cometida ao longo de oito meses tinha como objectivo travar o avanço da Frente de Manica e Sofala, efectuada pela guerrilha da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), na “odisseia” do alcance da Independência Nacional.

Subordinada ao tema “Valorizando e divulgando a História da Luta de Libertação Nacional”, a mesa redonda terá quatro apresentações de pesquisas efectuadas por académicos moçambicanos do Instituto de Investigação Sócio-Cultural (ARPAC), entidade subordinada ao Ministério da Cultura e Turismo, que organiza o evento.

Luís Meno, delegado do ARPAC em Sofala, disse ao Notícias, que não obstante as sevícias, e matanças, a população continuou firme nos seus desígnios de luta contra o regime colonial português.

Com efeito, depois da intervenção do administrador de Cheringoma, José Domingos Tomás, Joaquim Sequeira Joaquim falará sobre “A população de Cheringoma no contexto da Luta de Libertação Nacional na província de Sofala”.

Por sua vez, Francisco Matias Américo foi convidado, para abordar a questão dos “Missionários católicos em Inhaminga e a denúncia dos massacres”.

O orador Alberto Zimata Mapime incidirá a sua apresentação na questão da "Identificação, valorização Cultural e patrimonial dos monumentos aos Massacres de Inhaminga, no contexto da unidade Nacional, paz e desenvolvimento”.

"A dimensão pedagógica dos factos da nossa história: um olhar em torno dos massacres de Inhaminga" é o tema, que será apresentado por Luís Meno, delgado do ARPAC em Sofala.

Comments

O CHAMAMENTO foi feito por tambores e timbila. E quando isso aconteceu, a plateia que quase lotava, na noite de segunda-feira, a sala multiuso do gigantesco e glorioso Hotel Glória, em Maputo, aplaudiu, pois já aventava que ali haveria dança. E foi o que exibiu o grupo de canto e dança Liberta África, composto por adolescentes e jovens, cujas idades variam entre 15 e 40 anos.  Leia mais

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction