Director: Júlio Manjate

UM total de 98 técnicos superiores em Ciências da Comunicação e informação, nas áreas de Biblioteconomia e Documentação, Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade e Marketing foram exortados, hoje sexta-feira, a pautar pela diferença positiva no exercício da sua profissão.

Trata-se de 27 estudantes do curso de Biblioteconomia e Documentação, 26 de Jornalismo, 29 de Relações Públicas e 16 de Publicidade e Marketing, graduados em cerimónia dirigida pelo Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional (MCTESTP), Jorge Nhambiu.

Intervindo na cerimónia, Jorge Nhambiu disse que a terceira graduação que a Escola Superior de Jornalismo realiza faz parte do resultado final de diferentes actividades desenvolvidas pelas Instituições de Ensino Superior (IES), tanto públicas, como privadas, com a necessidade premente de “desenvolver o capital humano e social” para intervir, proactivamente, nos esforços nacionais de promoção do crescimento e desenvolvimento socioeconómico.

Na ocasião, o ministro apelou aos diversos técnicos recém-graduados a dedicarem todas as suas forças, energias e saber ao serviço da nobre causa de desenvolvimento nacional, traduzindo todo o conhecimento e educação adquiridos ao longo do processo de formação em fontes de geração de prosperidade económica e estabilidade social.

Por seu tuno, Tomás Jane, director da Escola Superior de Jornalismo, apelou aos graduados para enveredarem pela diferença, no sentido de fazerem melhor o seu trabalho, lembrando-os que  foram formados para fazerem a diferença, porque o país já conhece as experiências actuais e o saber fazer vigente, pelo que não interessa a replicação, porque os actuais profissionais já o fazem bem ou, pelo menos do seu jeito.

Jane aconselhou ainda aos recém-formados para que sejam verdadeiros grandes comunicadores, informadores e disseminadores da ciência.

“A mensagem de fundo que devem levar é a de que esperamos de vós pessoas inovadoras que conferem ao mercado de comunicação e da informação uma razão de ser, um desafio actual, novos olhares, abordagens criativas e uma distinta interpretação da realidade. Verdadeiros profissionais, íntegros, éticos, isentos, imparciais, interessados pela busca incansável da verdade, pela confrontação de fontes, pela verificação da informação e interpretação fiel e fidedigna dos factos”- disse.

Realçou que os graduados devem pautar por um jornalismo factual e de cidadania e não pelo activismo, abstenção de oferecer ao país e ao mundo opiniões em forma de notícias.

Dos 98 estudantes graduados, 8 são do pós-laboral, 68 de sexo feminino e 30 do sexo masculino. A escola conta, neste momento, com um total de 1096 estudantes distribuídos por vários cursos em dois períodos (laboral e pós-laboral), sendo 718 na sua sede, em Maputo, e 378 na Delegação Académica de Manica.

 

 

 

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction