Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 1775

As chuvas intensas acompanhadas de rajadas de vento que fustigam a província de Cabo Delgado desde a última quinta-feira já levaram à destruição total ou parcial de pelo menos 61 casas em diversos bairros da capital provincial, Pemba, que além de registar inundações está sem energia eléctrica devido à queda de postes das linhas de transporte.

Face ao agravamento da situação, autoridades administrativas da cidade de Pemba desdobram-se em acções de sensibilização da população para abandonar zonas de risco para lugares seguros, uma vez que as previsões apontam para a continuidade do mau tempo.

Segundo o Presidente do Conselho Municipal de Pemba, Florete Simba, as casas destruídas estavam todas localizadas no populoso bairro de Cariacó, e na sua maioria pertenciam à unidade residencial de Chibuabuari, por sinal o mais vulnerável da cidade.

Para além de destruir casas, os ventos “arrancaram” a cobertura de cinco salas de aula. Quarenta e cinco embarcações de carga e pesca são dadas como desaparecidas ou destruídas e o trânsito virou um caos no centro da cidade devido à queda de árvores, que obstruíram as faixas de rodagem.

A empresa Electricidade de Moçambique (EDM) indica que pelo menos seis linhas de média tensão foram afectadas, o que forçou a interrupção do fornecimento de energia eléctrica na urbe.

A Direcção Provincial de Saúde não reporta qualquer morte associada ao fenómeno, mas confirma cinco casos de diarreias que deram entrada até ontem no Hospital Provincial, sendo que todos tiveram alta após receberem a devida assistência.

Segundo o médico-chefe provincial, Magifo Sabuni, a DPS e parceiros de cooperação reúnem hoje para fazer o rescaldo preliminar das chuvas e avaliar as acções que devem ser desenvolvidas para repor os danos e fazer face à época chuvosa, que se prolonga até Março próximo.