Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 1152

A afectação de recursos humanos ociosos nos estabelecimentos penitenciários em actividades produtivas deve transformar estes centros em pólos de produção para o reforço da dieta alimentar dos reclusos, e geração de rendimentos que permitam a implementação de projectos de melhoria da qualidade de reclusão. O repto foi lançado esta sexta-feira em Maputo pelo Director-geral do Serviço nacional Penitenciário (SERNAP), no acto de empossamento de cinquenta e dois funcionários em diversas funções na guarda penitenciária, afectos aos Estabelecimentos Penitenciários Especiais de Máxima Segurança da Machava e para Mulheres de Maputo, Provincial de Maputo, Preventivos de Maputo e Língamo. LEIA MAIS