Director: Júlio Manjate

O Presidente da República, Filipe Nyusi, disse hoje que o antigo Primeiro-Ministro, Mário Machungo, falecido semana passada em Portugal, vítima de doença, dedicou a sua vida à causa do povo, tendo se notabilizado como combatente da luta de libertação nacional e em diversas etapas de desenvolvimento social e económico do país.

Falando no velório que antecedeu o seu funeral, no Paços do Conselho Municipal de Maputo, o estadista destacou ainda as qualidades patrióticas, políticas e humanas e de “defensor acérrimo da independência política e económica do nosso país.

Nyusi disse que os moçambicanos continuarão a seguir o legado de Machungo, acrescentando que “o povo inclina-se perante a memória de um dos seus maiores dirigentes pós-independência nacional”.

Dirigiu, igualmente, palavras de consolo e conforto à família enlutada, garantindo que os seus feitos e ensinamentos serviriam de inspiração para os moçambicanos.

No acto, foram igualmente lidas mensagens da família, amigos, colegas de trabalho do Banco Internacional de Moçambique, todas destacando as qualidades ímpares de patriota que deu o melhor de si pela causa dos moçambicanos.

Os restos mortais do malogrado serão sepultados ainda na tarde de hoje, no Cemitério de Lhanguene, na capital do país, num funeral oficial, segundo decisão tomada pelo Conselho de Ministros.

Recorde-se que antes do velório oficial teve lugar uma homenagem pública, em que centenas de pessoas prestaram a sua última homenagem a Mário Machungo.

 

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction