Director: Lázaro Manhiça

Onze indústrias panificadoras foram encerradas, durante a semana passada, em todo o país, devido à inobservância das regras de higiene e limpeza.

As anomalias foram detectadas, durante a fiscalização levada a cabo pela Inspecção Nacional das Actividades Económica (INAE), com o objectivo de se inteirar sobre o agravamento do preço do pão.

Segundo o director nacional das Operações da Indústria, Comércio, Turismo e Transportes, na INAE, Tomás Timba, a instituição visitou 149 padarias.

“Durante a inspecção constatamos que há falta de critérios objectivos para a subida do preço de pão, pois nalgumas indústrias houve um agravamento de 1 a 1.5 meticais, noutras o preço manteve-se, enquanto uns vendem o pão a preço mais baixo que o normal. Daí que não está claro o que suporta a situaçãoˮ, disse Timba.

A fonte informou que os panificadores de Inhambane, por exemplo, vão agravar o preço de pão em Agosto, como forma de aliviar o custo de vida dos cidadãos, face a crise causada pela Covid-19.

“Nós continuaremos a trabalhar para aferir qual deve ser o preço do pão, tendo em conta o peso do produto e o valor de aquisição da farinha de trigo. Para que o reajuste seja uniforme em todo o paísˮ, comentou.

No período em análise, a INAE fiscalizou 871 unidades económicas, tendo encerrado 50 por incumprimento das medidas de prevenção da Covid-19.

“Na ocasião, apreendemos produtos diversos num valor de 529.170 meticais, por estarem fora do prazo ou mau estado de conservação ˮ, disse.

Supermercados com irregularidades em Lichinga 

A INSPECTORA-GERAL das actividades económicas constatou  irregularidades no exercício das actividades económicas em alguns supermercados da cidade de Lichinga, no Niassa.

Há falta de licença para o exercício de actividades económicas, fraca higiene nas casas de banho,produção e no armazenamento da matéria-prima utilizada para produção do pão e extintores são algumas das irregularidades constatadas, semana passada, por Rita Freitas.

Na sequência deste facto, Rita Freitas recomendou aos gestores dos três supermercados da cidade de Lichinga para a correcção de algumas irregularidades até ontem, segunda-feira e outras no prazo de três meses.

Semana finda, Rita Freitas reuniu-se com agentes económicos da cidade de Lichinga, na qual, apelou a observância da Lei no exercício da actividade comercial e das medidas de prevenção do novo coronavírus.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction