Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 1029

NOVENTA agentes económicos estão suspensos do exercício das suas actividades comerciais, desde semana finda, por violar o estado de emergência, no âmbito prevenção da propagação da Covid-19.

O encerramento dos estabelecimentos em alusão é resultado da fiscalização de 1327 centros comercias, levado acabo pela Inspecção Nacional das Actividades Económicas (INAE).

O porta-voz da INAE, Tomás Timba, indicouque a não preocupação dos agentes económicos com as medidas de execução administrativa para a contenção da propagação da Covid-19 aumentou, sobretudo nos estabelecimentos de diversão em que se nota uma tendência de regresso à normalidade, contrariando todo o esforço do Governo para a contenção da propagação da pandemia.

Ainda no contexto da fiscalização, a INAE apreendeu diversos produtos fora de prazo e mal conservados, entre enchidos, açúcar, óleo alimentar, sumo, cerveja, refrigerantes, farinha de milho, num valor estimado em 120 mil meticais.