Director: Júlio Manjate

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) anunciou ontem que o país já deixou de estar em risco nas previsões que apontavam para a possibilidade de formação de uma tempestade no Oceano Índico.

“Neste momento, o sistema de baixas pressões não constitui perigo para o canal de Moçambique e para o território nacional”, lê-se em comunicado.

Na última semana, as autoridades alertaram a população para as previsões que, na altura, antecipavam alguma probabilidade de risco para as zonas Centro e Norte do país, que foram devastadas por ciclones no início deste ano.

“Convido todos os moçambicanos a prestar atenção e a tomar as devidas precauções”, referiu o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, numa mensagem publicada no Portal do Governo.

No entanto, as previsões apontam agora como mais provável que o sistema de baixas pressões em formação no Oceano Índico “siga em direcção a Madagáscar”, concluiu o INAM.

Comments

A Polícia deteve dois jovens indiciados de assassinar o seu patrão e esconder o corpo numa fossa na província de Maputo, disse ontem à Lusa fonte da corporação.

Os dois trabalhadores, de 19 e 25 anos, terão usado uma enxada para assassinar o patrão no seu próprio quintal na noite de sexta-feira e, na manhã de sábado, foram detidos durante uma operação de fiscalização de trânsito, disse o porta-voz da Polícia moçambicana na província de Maputo, Fernando Manhiça.

O objectivo dos dois jovens era roubar a viatura do patrão para a ir vender por 150 mil meticais na província de Gaza, a 328 quilómetros de Maputo, acrescenta a fonte.

“Eles confessaram e isso vai facilitar o processo, que agora segue para outros órgãos de administração de justiça”, disse Fernando Manhiça, acrescentando que o grupo vinha planeando o homicídio, alegando que o patrão estava há três meses sem pagar salários.

O corpo da vítima, de 70 anos, foi encontrado numa fossa séptica no seu quintal na província de Maputo.

 

 

Comments

Uma cidadã está detida nas celas do comando distrital da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Mossurize, na província de Manica, indiciada de ter morto a filha da rival, movida por ciúmes.
Trata-se de Elisa Wache, de 42 anos de idade, que se envolvera antes numa rixa com a sua rival, cujo nome não foi revelado.
Na sequência do desentendimento havido, segundo o porta-voz da PRM em Manica, Mateus Mindú, a indiciada asfixiou a filha da rival e de seguida embrulhou o corpo  com uma rede mosquiteira e lançou no rio, recorrendo a uma pedra para afundar o corpo da menina na água.
Falando hoje, em conferência de imprensa havida em Chimoio, a capital provincial, sobre os acontecimentos do fim-de-semana, Mindú explicou que a mulher já se encontra detida para responsabilização criminal.
“Do trabalho feito constatamos que as duas esposas viviam num ambiente de muita discussão. Movidas por ciúme, uma aproveitou-se da ausência da outra para matar a criança e, para ocultar o corpo, embrulhou-o com rede mosquiteira e atirou ao rio. O corpo ficou submerso na água até que a PRM conseguiu localizar o cadáver”, explicou Mindú.
No distrito de Machaze, a sul da província, a PRM neutralizou um outro cidadão indiciado no roubo de motorizadas. Durante a sua neutralização, a corporação recuperou algumas motorizadas e outros bens roubados naquele distrito e noutras zonas circunvizinhas.
“Não registamos nenhum caso de acidente viação. A Polícia de Trânsito está no terreno a trabalhar na sensibilização dos automobilistas para respeitarem as regras do código de estrada para evitar ocorrência de acidentes”,disse Mindú, acrescentando que durante as últimas 72 horas a PRM não registou nenhum outro caso criminal de relevância.

Comments

O Presidente da República, Filipe Nyusi, inaugura hoje um  hotel-escola no Instituto Industrial e Comercial de Pemba, cidade do mesmo nome, na província de Cabo Delgado.

Nesta deslocação a Cabo Delgado, o Presidente Nyusi far-se-á acompanhar pelo Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional, Jorge Nhambiu, quadros da Presidência da República e de outras instituições do Estado.

 

 

Comments

 

O número de camiões de grande tonelagem que diariamente transportam crómio, da África do Sul ao Porto de Maputo, pela EN4, aumentou de 500 para 800 desde Novembro último.

Os camiões fazem longas filas na Estrada Nacional Número Quatro (EN4), causando embaraços ao trânsito e na própria segurança rodoviária.
A Autoridade Tributária (AT) de Moçambique explicou ao “O País” que o aumento daqueles meios circulantes deve-se à decisão das autoridades sul-africanas de interromper temporariamente o transporte de uma parte de crómio por via ferroviária.
O porta-voz da AT, Felisberto Tinga, reconhece a situação que se vive ao longo daquela rodovia e diz que já há trabalhos em curso visando reverter o cenário que se assiste, sobretudo no Quilómetro Quatro (KM 4), onde os carros fazem filas que chega a atingir 10 quilómetros.
“Tivemos aumento de camiões porque parte da carga que era transportada por comboio passou para a estrada. Temos indicações de que há uma mina de ferro crómio que acaba de abrir na África do Sul, o que está a contribuir para o aumento do trânsito. Passaram de 500 para 800 camiões que transitam por dia pela EN4 com destino ao porto de Maputo”, disse Tinga.
Em Novembro último, uma delegação da Autoridade Tributária reuniu-se com as autoridades sul-africanas para estudar estratégias para flexibilizar o tráfego de viaturas, sobretudo camiões, entre os dois pontos fronteiriços, Ressano Garcia, do lado moçambicano, e Lebombo, do sul-africano.
Segundo Tinga, como solução ao problema, do lado moçambicano será criado o sector de trânsito no KM4, que será reforçado por funcionários que se vão dedicar a regular o transporte de ferro crómio.
Disse, igualmente, que a AT vai estender o horário até 23.00 horas para o atendimento de trânsito de mercadorias, sobretudo vindas da África do Sul.
Ainda como medida para conter a situação, os camiões passarão a usar o parque da empresa Khudumba, enquanto tratam do expediente relativo ao desembaraço aduaneiro.

 

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction