Director: Júlio Manjate

O Governo defende o intercâmbio entre estudantes universitários e o sector empresarial como estratégia para o desenvolvimento de habilidades profissionais no seio dos jovens.

O Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional, Gabriel Ismael, diz que os jovens podem contribuir para o crescimento do país através do desenvolvimento de capacidades pessoais.

Gabriel Ismael falava  segunda-feira, em Maputo, no lançamento da terceira edição do Programa Universidade de Verão de Moçambique.

Luís Covane, Reitor da Universidade Nachingwea, organizadora da iniciativa, referiu, no encontro, que as experiências na área do empreendedorismo devem constituir a aposta dos jovens.

O Programa Universidade de Verão de Moçambique vai ser caracterizado pela realização de palestras temáticas, durante quatro dias, envolvendo a comunidade académica, jovens empresários e especialistas de diversas áreas.(RM)

Comments

MELHORAR a colaboração nosdomínios deprodução e transferência de conhecimento, desenvolvimentoinstitucionale de negócios, com vista a contribuir para o desenvolvimento científico, tecnológico e socioeconómico do país, é objectivo de um memorando assinado recentemente entre aFundação Universitária da UEM e a organização pan-africanaAMSCO Advisory Mozambique. Leia mais

Comments

NUNO Maulide tem ascendência moçambicana e é considerado um dos melhores cientistas da actualidade na Áustria. Filho de pai moçambicano e mãe são-tomense, Nuno Maulide venceu, ano passado, o prémio de Melhor Divulgador de Ciência, na Áustria, o que levou o Presidente da República, Filipe Nyusi, a congratulá-lo pela proeza. LEIA MAIS

Comments

A ÍNDIA vai disponibilizar 34 bolsas de estudos para cidadãos moçambicanos frequentarem cursos de graduação e pós-graduação no Estado indiano de Gujarate, como uma das formas de reforçar a cooperação entre Moçambique e o país asiático no domínio do ensino superior.

A informação foi partilhada recentemente, em Maputo, pelo Alto-comissário da República da Índia, Rajeev Kumar, durante um encontro entre o Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional, Gabriel Salimo.

Na ocasião, Kumar avançou que nesta senda, o Ministro do Ensino Superior do Estado Indiano de Gujarate efectuará uma visita de trabalho à Moçambique, de 23 a 26 deste mês, na qual se fará acompanhar por uma delegação composta por representantes de 14 universidades daquele Estado da União Indiana.

A missão, segundo referiu o Alto-comissário da Índia tem como objectivo avaliar oportunidades de cooperação na área do ensino superior, entre as universidades de Gujarate e instituições do ensino superior nacionais.

Por sua vez, Gabriel Salimo, manifestou a abertura do Governo em receber esta missão ministerial, bem como em participar em todas as actividades a serem lavadas a cabo no contexto da visita. 

Sobre os desafios de cooperação entre os dois países, Salimo destacou a necessidade de ajustar o programa de trabalho conjunto e a elaboração do respectivo plano de acção, assim como a materialização do memorando de entendimento para a Tele-Medicina e a Tele-Educação, assinado em Outubro de 2019, na capital indiana, Nova Deli. 

Avançou que Moçambique tem interesse em continuar a contar com o apoio do Governo indiano para dinamizar iniciativas e programas na área da legislação de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), fortalecer o apoio ao ensino técnico-profissional, potenciar e dinamizar o Parque de Ciência e Tecnologia da Maluana e revitalizar os programas de bolsas de estudo para o nível de pós-graduação em Ciências Naturais.

Respondendo aos anseios do Governo, Rajeev Kumar, afirmou que uma das apostas imediatas no âmbito da cooperação bilateral é o estabelecimento de um projecto-piloto em Tele-Educação e Tele-Medicina, devendo, para o efeito, ser identificada uma instituição do ensino superior e uma unidade sanitária moçambicana para rubricarem acordos com congéneres indianas, para a sua materialização.   

Comments

O Instituto Nacional de Saúde (INS) disponibilizou “kits” de emergência para a colecta de amostras de sangue e secreções orais e nasais nas províncias de Cabo Delgado, Nampula, Tete e Sofala a fim de se realizarem testes do coronavírus em Maputo, local para onde serão enviados os materiais.

A informação foi partilhada ontem, no distrito de Marracuene, província de Maputo, por Sofia Viegas, directora nacional para área de Laboratórios de Saúde Pública no INS, que falava sobre as actividades que têm sido levadas a cabo para criação de capacidade de diagnóstico da doença no país.

Na ocasião, referiu que, para garantir que existe pessoal treinado para a recolha, empacotamento e envio de amostras ao laboratório de referência em Maputo, a instituição vai realizar hoje uma capacitação dirigida a técnicos de saúde e clínicos sobre a matéria.

Viegas afirmou que, para além do envio de “kits” de emergência, foram estabelecidos sistemas de referenciamento que deixam claro qual vai ser a rota a ser usada a partir do local onde o material é colhido até chegar à sede do Instituto Nacional de Saúde, no distrito de Marracuene, onde será testado.

“O INS criou também protocolos internos para garantir que, independentemente de onde a amostra é colhida, chegue ao laboratório de referência com qualidade para ser testada”, afirmou.

Segundo ela, cada “kit” produzido no país tem capacidade de recolher 15 amostras e segue padrões de empacotamento recomendados intencionalmente para garantir que, durante o processo, a amostra não seja derramada e afecte o meio ambiente e quem a transporta.

Avançou que, o tempo de resposta estabelecido é de 24 horas, a partir do momento que a amostra chega ao laboratório, mas este intervalo poderá ser inferior, dependendo  da demanda de testes que existirem no laboratório.  

“O ‘kit’ foi produzido pelo INS, mas respeita todos os requisitos para a colheita e transportes de amostras estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS)”, garantiu a fonte.

Sobre a possibilidade de se detectarem indivíduos com sintomas de infecção viral, a fonte afirmou que cada província, em particular asque possuem aeroportos internacionais, tem unidades de saúde de referência onde estes serão colocados em quarentena.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction