Director: Lázaro Manhiça

A Direcção Nacional de Exames, Certificação e Equivalências ressente-se do impacto da Covid-19, no país. Segundo o director-geral, parte das atribuições daquela instituição estão a ser executadas a meio-gás, o que compromete o seu desempenho.

Feliciano Mahalambe fez menção de algumas atribuições da Direcção Nacional de Exames, Certificação e Equivalências comprometidas, devido ao impacto do novo coronavírus.

“A esta altura, muitos graduados da décima segunda classe estariam à procura de homologar os seus certificados para poderem concorrer à diversas bolsas no exterior, isso não está a acontecer porque ninguém está a sair, mas também temos a actividade de equivalências que muitas vezes somos solicitados para aqueles que entram dentro do país ou que tenham feito um currículo estrangeiro, mesmo dentro do país. Portanto, essa actividade também reduz, tendo em conta esta epidemia”, disse. - (RM)

Comments

NUMA das primeiras intervenções para o diagnóstico do problema de saúde dos seus clientes, os praticantes da medicina tradicional recorrem a um ritual de exorcismo conhecido como ku femba, na maioria das línguas faladas na região Sul e Centro do país,Maqueia em emakua e Mbepeze em yau, idiomas mais faladas no norte do país. LEIA MAIS

Comments

A representante da Organização Mundial de Saúde (OMS) em Moçambique disse que há apoio financeiro de parceiros para prevenir a Covid-19, mas a escassez global de consumíveis e equipamentos pode ser um problema.

“Neste momento não seria problema maior a falta de fundos”, mas sim “a questão da disponibilidade a nível do mercado internacional de tudo o que é necessário: máscaras, testes, equipamento de protecção (para profissionais de saúde), respiradores, reagentes (para testes), zaragatoas”, descreve Djamila Cabral.

Esse é o desafio, uma vez que todos os parceiros e doadores estão dispostos a apoiar o plano do Ministério da Saúde (MISAU), que de forma generalizada já autorizaram a reprogramação de verbas nesse sentido, refere.

Todos os parceiros “estão neste momento a trabalhar com o Ministério da Saúde para finalizar o Plano Operacional de Preparação e Resposta à covid-19, para se poder ter uma ideia exacta” das necessidades de fundos.

O Plano Operacional do MISAU está orçado em cerca de 50 milhões de dólares sendo que o capítulo sobre compra de material e equipamento ronda os 30 milhões de dólares .

A diferença inclui custos ligados a transporte, serviços adicionais e pessoal, estando previsto o recrutamento de 1.700 novos quadros da área da saúde.

O plano volta a estar em discussão hoje mesmo, admitindo-se que o valor aumente devido à situação que ainda está em curso.

O obstáculo continua a estar em chegar a tudo aquilo que não é produzido no país.

"Vamos comprar nos mesmos lugares" a nível global, encontrando "fábricas fechadas" e com dificuldades nos transportes.

"Há uma conjuntura internacional que torna difícil esse acesso" a materiais e por isso há "um trabalho que está a ser feito para minimizar isso".

Os últimos registos oficiais sobre o novo coronavírus em Moçambique indicam um total de 28 casos, sem vítimas mortais, e o país vive em estado de emergência durante todo o mês de Abril, com espaços de diversão e lazer encerrados, proibição de todo o tipo de eventos e de aglomerações.

Comments

O MINISTÉRIO da Saúde (MISAU) lançou no sábado uma plataforma electrónica de comunicação e informação sobre a pandemia da Covid-19, designada “WhatsApp Fica Atento”, através da qual é possível ter acesso a dados actualizados sobre a evolução da doença no país.

A plataforma disponibiliza estatísticas mais recentes da doença, métodos de prevenção, resposta a perguntas frequentes, conselhos, notícias, incluindo sistema de auto-avaliação de risco de contaminação pelo novo coronavírus.

Trata-se de um instrumento enquadrado na iniciativa “Fica Atento”, levada a cabopelo Instituto Nacional da Saúde(INS), com apoio da Clinton Health Access Initiative e a Praekelt Foundation, com o objectivo de fornecer informação diversificada sobre a Covid-19 de forma maisrápida e interactiva.

Paraaceder ao “WhatsApp Fica Atento”, o usuáriodeverá enviar o texto  “Oi” ou “Ola” para o número (+258) 84 331 872 7 ou através do link  https://wa.me/258843318727?text=Ola.

Na mesma plataforma, está inclusa uma ferramenta digital para auto-avaliação de risco de contaminação pela Covid-19, disponível através do link www.riscocovid19.misau.gov.mz. A mesma resulta de uma parceria entre o MISAU, Autoridade Reguladora de Comunicações (ARECOM), Instituto Nacional do Governo Electrónico (INAGE) e Grupo COVID19hackMz, viabilizada através da empresa UX, com apoio da PricewaterhouseCoopers.

Esta ferramenta, acessível por computador ou telemóvel, visa complementar as medidas de distanciamento social, permitindo que os cidadãos, ainda que em situação de confinamento, possam fazer a auto-avaliação do seu estado de saúde em relação à infecção pelo novo coronavírus, caso seja necessário. 

Falando no lançamento da plataforma, a directora nacional de Saúde Pública, Rosa Marlene, explicou que os dados que forem recolhidos, através da plataforma, vão servir para que as autoridades identifiquem as zonas de risco de propagação da doença no país, o que poderá melhorar a capacidade de resposta das autoridades sanitárias.

“Os usuários desta plataforma serão acompanhados pelos profissionais de saúde sem precisar sair de casa”, afirmou Rosa Marlene, adicionando que, além desta iniciativa, há outras plataformas informativas sobre a Covid-19 adoptadas pelo Governo, nomeadamente as linhas verdes “Aló Vida”, “Pensa” e outras que, para além de informar, permitem que os utentes interajam com clínicos e obtenham assistência médica a partir de casa. 

Comments

Moçambique continua com o registo de 21 casos confirmados de infecção pela Covid-19, após o laboratório do Instituto Nacional de Saúde (INS) ter testado quatro indivíduos suspeitos nas últimas 24 horas.

O país já testou 683 casos suspeitos de estarem infectadas pelo novo Coronavírus.

Os dados foram apresentados, há momentos, por Rosa Marlene, directora nacional de Saúde Pública, falando no habitual briefing de actualização da Covid-19.

Segundo a fonte, o continente africano registou 14.524 casos, dos quais 850 nas últimas 24 horas e um total de 2583 pessoas recuperadas e infelizmente com 788 mortos por causa da Covid-19.

As autoridades da saúde continuam a instar as pessoas a tomar medidas de prevenção da Covid-19, tais como o uso de máscaras, desinfecção ou lavagem frequente das mãos com água e sabão, distanciamento social e observância da etiqueta da tosse, com o braço em forma de V. Recomenda-se, ainda a observância das medidas decretadas no âmbito do estado de emergência em vigor desde 1 de Abril.

 

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction